Para painelistas, controle social vai além do combate à corrupção; participação popular amplia alcance dos órgãos de controle, dizem

Com participação de audiência oriunda de várias partes do país, a 2ª edição do Agosto Transparente do Observatório Social do Brasil – Limeira, iniciada no dia 4, teve a 2ª live no dia 11, abordando “Transparência: instrumento de controle social”. A importância da participação popular no controle público e a transparência como fator de incentivo à administração eficaz, e não somente no combate à corrupção, deram a linha geral dos debates.

Isabela Tomaz de Melo, coordenadora do Grupo de Trabalho Transparência do OSB-Limeira, conduziu os trabalhos, que tiveram apresentação de Alê Vieira, voluntário e consultor de marketing digital da instituição. A live contou com os painelistas Ney da Nobrega Ribas, empresário e um dos disseminadores da metodologia do Sistema OSB; Marcelo Levy Perruci, auditor federal de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União (CGU); e Karin Salviato Vieira, advogada com atuação em adequação de negócios à Lei Geral de Proteção de Dados.

Abrindo o encontro, Isabela fez uma apresentação do Índice de Percepção da Transparência Pública Municipal (IPT-M), desenvolvido em 2020 pelo OSB-Limeira para medir a transparência do Executivo e do Legislativo limeirenses com base em critérios da CGU e do Ministério Público Federal (MPF). O IPT-M inclusive foi incluído no Plano Plurianual (PPA) do município como medidor oficial da transparência da administração pública. Ela também listou algumas possiblidades que os cidadãos têm para monitorar a atuação dos governantes, como os portais de transparência e os canais oficias para solicitação de informações.

Marcelo Perruci frisou que é importante que os cidadãos saibam que têm direito ao acesso a informações públicas, e que podem denunciar caso suspeitem de irregularidades. “Muitas pessoas não sabem onde estão essas informações e como usá-las, por isso é nosso dever capacitá-las para que possam fiscalizar”, argumentou. Ele, porém, chamou a atenção para o fato de que nem toda verba mal investida foi desviada. “A transparência contribui não só para sabermos se houve corrupção, mas também para verificarmos se nosso dinheiro foi realmente investido nas prioridades da população”.

ATENÇÃO EM TEMPOS DE COVID

Ney Ribas destacou que, em tempos de compras emergenciais devido à pandemia de Covid-19, a população deve estar ainda mais atenta aos gastos públicos. Ele lembrou que o OSB criou um sistema para acompanhamento dessas despesas e que preza por uma metodologia propositiva, com o objetivo de colaborar para a eficiência do Poder Público. “A grande maioria dos gestores públicos é formada por pessoas de bem, mas temos o direito de saber se os recursos oriundos dos nossos impostos estão sendo investidos adequadamente”, ressaltou.

Ribas deu detalhes da Força Tarefa Cidadã, movimento da sociedade civil e de órgãos oficiais que visa garantir que todos os recursos destinados ao enfrentamento da pandemia sejam corretamente aplicados. O trabalho engloba um conjunto de ações de monitoramento dos portais de transparência, realizado por voluntários e técnicos que participam da rede OSB.

A 2ª live do Agosto Transparente também abriu espaço para que Karin Vieira prestasse esclarecimentos sobre a relação entre a LGPD, cujas penalidades entraram em vigor no dia 1º deste mês, e o combate à corrupção. Para ela, a proteção aos dados estabelecida pela lei não se sobrepõe ao interesse público, portanto permitindo que informações como nomes e salários de servidores continuem sendo divulgadas nos portais de transparência.

Foi unanimidade entre os painelistas a percepção de que, como os órgãos de controle público não dispõem de estrutura para fiscalizar todas as ações governamentais nos seus mais diversos níveis, instituições como o OSB – e os cidadãos de uma maneira geral – precisam exercer seu papel no monitoramento dessas atividades. “A minha contribuição e o meu legado estão na minha atitude, não no meu discurso”, sublinhou Ney Ribas, incentivando a participação popular responsável em detrimento do “denuncismo dos ativistas de WhatsApp”.

OUTRAS LIVES

O Agosto Transparente faz parte do calendário oficial do município e nesta edição tem como tema central “Atitude cidadã na transformação social”. As lives acontecem todas as quartas-feiras deste mês e são totalmente gratuitas e abertas ao público no canal do OSB-Limeira no YouTube, não havendo a necessidade de inscrição prévia. O início é sempre às 19h.

O evento é voltado para o exercício da cidadania, com foco principal no controle social, qualidade do gasto público e atuação preventiva em relação ao combate à corrupção, e sua 2ª edição tem como viés a importância da comunicação para o envolvimento da população nesses temas.

O painel de estreia do evento enfocou o “Compromisso com Limeira”. “Licitações e a economia local” será o tema da 3ª live, no dia 18 de agosto. O encerramento do Agosto Transparente, no dia 25, abordará “Cidadania em tempos de fake news”. A íntegra das lives já realizadas pode ser assistida aqui e a programação completa está disponível no aqui.

O Agosto Transparente 2021 tem patrocínio de Atlas, ADT, AirZap, Casa das Mangueiras, Enxuto e Pizzaria Don Francesco e apoio de Focalize e Kanal.

SOBRE O OSB

O OSB é um espaço para o exercício da cidadania, democrático e apartidário, e que já se encontra presente em 150 municípios de 17 Estados brasileiros. Atua na prevenção da corrupção, controle e monitoramento dos gastos públicos, utilizando uma metodologia padronizada, com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública.

INVESTIDORES SOCIAIS DO OSB-LIMEIRA

Atlas, ACIL, Nosso Clube, Valor Ambiental, BluePex, Sicredi, Prevseg, Alfadimmi, Sicoob, Quality, GF Lanternas, Cozinha da Família, Don Francesco Pizzaria, PrevMed, Helpmóvel, Auto Peças Motoristas, Data System, Realen Folheados, Wise, Pralana, AirZap, Plant Defender, Fiat Impéria, Doutor Imposto de Renda, Data Smart, Solutions BI, Life Circo, Renove e Presscom Comunicação.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *